sábado, 22 de abril de 2017

POEMA ALMA DE CRISTAL

Foto de Literartura.

ALMA DE CRISTAL

Alma de cristal
Amada arrebatada
Galho de giestal
Pedra doirada
Sonhos de vestal
Artista fadada
Poema de madrigal
Sonho da madrugada
Iris transcontinental
Deusa enviada
Ária sentimental
Infinita e fadada
Anjo sacramental
Porte de namorada
Alegria total
Sorriso de apaixonada
Alma de cristal
Alma iluminada
Cristal orbital… 
Daniel Costa


terça-feira, 18 de abril de 2017

POEMA ODE À PRIMAVERA II

Foto de Literartura.
Foto de Literartura.

ODE À PRIMAVERA II

Ode à Primavera
Campos verdejantes
Flores na esfera
Verduras exuberantes
Coração que se esmera
Corações brilhantes
Ode à Primavera
Campos verdes ondulantes
Certeza sincera
Fortunas avassalantes
Fortuna de fé que impera
Olores frescos, tonificantes
Ode à Primavera
Trauteares galantes
Paciência de brilho na espera
Dardejar de brilhos constantes
Galante, o amor lidera
Amores felizes congratulantes
Ode à Primavera
Corações de amores transbordantes
Ode à Primavera!...

Daniel Costa


INICIO

INÍCIO

sexta-feira, 9 de outubro de 2015

PROGAMA DE LANÇAMENTO




Dia 10/10/215
  • Carapinheira Local: Museu do Campo 16h00 – Apresentação do livro infantil “A plantinha dos meus pais” de Manuela Ribeiro (escritora) e Nídia Nair Marques (ilustradora) 17h00 – Lançamento do livro de poesia “Pescador de Pérolas” de Daniel Costa 17h15 – Leitura de poemas pelo Grutela – Grupo de Teatro da LACAM 17h30 – Momento musical com a Escola de Música Clave de Sol
    Afonso Reis Cabral – Portugal (escritor, Prémio Leya 2014) Rachel Caiano – Portugal (ilustradora) Lopito Feijó – Angola (escritor) Goretti Pina – São Tomé e Príncipe (escritora e criadora de moda) Isabel Rei Samartim – Galiza (Associação Cultural Pró-Academia Galega de Língua Portuguesa) Jorge Serafim – Portugal (humorista e contador de histórias) Izadora Valladares – Brasil (editora) Angela Feingold – Brasil (presidente da Academia de Letras e Artes de Fortaleza)
    Carapinheira
    Local: Museu do Campo
    16h00 – Apresentação do livro infantil “A plantinha dos meus pais” de Manuela Ribeiro (escritora) e Nídia Nair Marques (ilustradora)
    17h00 – Lançamento do livro de poesia “Pescador de Pérolas” de Daniel Costa
    17h15 – Leitura de poemas pelo Grutela – Grupo de Teatro da LACAM
    17h30 – Momento musical com a Escola de Música Clave de Sol
    Fica aqui, em fac-simile, o poema RUY DE CARVALHO, em sua homenagem.
    PEDIDOS DE LIVRO “O PESCADOR DE PÉROLAS”, POR TELEFONE 932795115; E- MAIL dan.costa@zonmail.pt OU CONTATOS FACEBOOK – Daniel Cordeiro Costa.
O escritor Daniel Costa, com o grande ator Ruy de Carvalho na freguesia da Ereira, Montemor-o-Velho.






quinta-feira, 24 de setembro de 2015

LANÇAMENTO


O PESCADOR DE PÉROLAS, SENDO O MEU DÉCIMO LIVRO, SERÁ TAMBÉM O QUE TERÁ LANÇAMENTO MAIS RELUZENTE. MARCANDO O QUE VALEM CINCO ANOS DE TRABALHO EM PROL DA CULTURA.

Dia 10/10/215
  • Carapinheira Local: Museu do Campo 16h00 – Apresentação do livro infantil “A plantinha dos meus pais” de Manuela Ribeiro (escritora) e Nídia Nair Marques (ilustradora) 17h00 – Lançamento do livro de poesia “Pescador de Pérolas” de Daniel Costa 17h15 – Leitura de poemas pelo Grutela – Grupo de Teatro da LACAM 17h30 – Momento musical com a Escola de Música Clave de Sol
     
    Afonso Reis Cabral – Portugal (escritor, Prémio Leya 2014) Rachel Caiano – Portugal (ilustradora) Lopito Feijó – Angola (escritor) Goretti Pina – São Tomé e Príncipe (escritora e criadora de moda) Isabel Rei Samartim – Galiza (Associação Cultural Pró-Academia Galega de Língua Portuguesa) Jorge Serafim – Portugal (humorista e contador de histórias) Izadora Valladares – Brasil (editora) Angela Feingold – Brasil (presidente da Academia de Letras e Artes de Fortaleza)
    Carapinheira
    Local: Museu do Campo
    16h00 – Apresentação do livro infantil “A plantinha dos meus pais” de Manuela Ribeiro (escritora) e Nídia Nair Marques (ilustradora)
  • 17h00 – Lançamento do livro de poesia “Pescador de Pérolas” de Daniel Costa
  • 17h15 – Leitura de poemas pelo Grutela – Grupo de Teatro da LACAM
    17h30 – Momento musical com a Escola de Música Clave de Sol
     
     

quinta-feira, 30 de julho de 2015

CAPA ABERTA PESCADOR DE PÉROLAS

CAPA DE PESCADOR DE PERÓLAS, A SER LANÇADO EM OUTUBRO 2015.


segunda-feira, 14 de julho de 2014

PREFÁCIO



PREFÁCIO!

Fazer parte da escrita do poeta e escritor Daniel Costa, me faz chegar mais um convite, para mais  um prefácio de mais um livro.

Desta vez o precioso olhar franco - português, poeta auto definido; consegue capturar o espírito poético dentro das conchas, se fazendo pescador de pérolas, do qual deu título ao seu livro.
           
Fazendo um comparativo entre o poeta e seus poemas. Traduzo que a concha é internamente revestida por um nácar (madrepérola) que seja um grão de areia, invadido do qual transforma-se em pérola.


Assim é o livro do poeta Daniel Costa, que ganhou esse título por usar a transformação da pérola em seus lindos poemas.

Através do seu conhecimento oculto e das palavras muito sábias. Sabe-se que a escrita é uma aventura perigosa. E é dela que o escritor e poeta Daniel Costa que se registra e se revela, em cada novo livro que escreve. Nas palavras encontra-se o desafio que faz dela sua obra maior.

Vejo o poeta Daniel Costa como um protagonista de si mesmo, pois diante da sua formação literária, penetra por entre lugares usando o olhar e as palavras que afina a lente e um amor incondicional pelo país irmão, do qual me encanta.

           
Viajando fundo em suas raízes, reconstrói caminhos dentro da escrita que tem como missão preservar e difundir sua obra, que tanto o inspira.

Seu legado será responsável por nos tocar de forma definitiva e de nos impregnar no essencial.

Segundo a mitologia grega a deusa a Afrodite nasceu de dentro de uma concha de madrepérola gerada pelas espumas do mar. Segundo a literatura.

O poeta Daniel Costa renasceu depois de um AVC, do qual foi transmutado em unicidade por amor a vida.
          
Se no silêncio das profundezas do mar, as pérolas são como símbolo de sabedoria. Do PESCADOR DE PÉROLAS, concluo que seja um livro carregado de poemas, que desafia qualquer leitor a ler com o risco de se apaixonar e se enamorar pelo conjunto de poemas.


Severa Cabral (escritora)